O CEO da Google, Sundar Pichai, voltou a elogiar os avanços recentes com inteligência artificial (IA) e colocou ainda mais expectativa sobre o que a humanidade pode fazer com a tecnologia. Durante uma entrevista ao programa 60 Minutes, da emissora norte-americana CBS, o executivo comparou o impacto futuro de chatbots, assistentes e outras IAs generativas com outros avanços importantes da sociedade.

“Estamos desenvolvendo uma tecnologia que, com certeza, um dia será mais capaz do que qualquer coisa já vimos antes”, afirma Pichai. Ele ainda disse que ela é hoje a tecnologia “mais profunda que a humanidade está trabalhando”, mais até do que fogo, eletricidade “ou qualquer coisa que nós fizemos no passado”.

Empolgação com cautela

Segundo o CEO, a ideia é que a IA esteja presente em vários setores como um “assistente com superpoderes”, capaz de ser disruptivo para profissões como a de escritor, arquiteto, desenvolvedor de software e contador.

Em outros casos, como na saúde, a IA pode fazer uma varredura em diagnósticos, exames e sintomas e encontrar algo que os médicos humanos deixaram passar.

Apesar da empolgação, Pichai diz que temores em relação ao uso da IA “o deixam acordado durante a noite”, já que a indústria “ainda não tem todas as respostas” sobre o tema. Ele também defendeu que o desenvolvimento desses recursos sejam feitos não só com engenheiros, mas filósofos, cientistas sociais e especialistas em questões éticas.

A plataforma de IA da Google, batizada de Bard, está em fase de lançamento inicial. Ela já foi criticada por cometer alguns erros e até ser lançada cedo demais, mas o próprio CEO afirmou que isso deve ser comum no início.

Fonte: Tecmundo https://www.tecmundo.com.br/mercado/262961-ceo-google-ia-importante-fogo-eletricidade.htm

× Como posso te ajudar?